Startup desenvolve tecnologia que proporciona economia de até 50% na compra de pneus

Plataforma PNEX seleciona produtos por ordem de valores filtrando melhores preços entre 70 mil ofertas

Há sempre uma grande dúvida quando chega a hora de trocar os pneus. Poucas pessoas sabem o produto certo para o seu veículo entre 150 marcas e mais de 70 mil ofertas disponíveis no mercado. Pensando nisso, foi criada a PNEX, startup que auxilia o motorista indicando o pneu ideal para cada situação, o que pode gerar uma economia de até 50%.

Após realizarem uma pesquisa sobre os custos médios de uma manutenção veicular, os empresários Laurent Maubré e Fernando Cesar investiram cerca de R$ 1 milhão em tecnologia e desenvolveram um sistema buscador equipado com inteligência artificial. “Em média, a quantia mensal para manutenção de um veículo gira em torno de R$ 210. Só os pneus correspondem a 25% desse valor. São custos muito altos, isso sem contar taxas e combustíveis. Então decidimos desenvolver algo novo, que trouxesse facilidade e reduzisse custos aos usuários”, explica Fernando.

O site é simples e com a busca o usuário poderá identificar diferentes valores entre os modelos e marcas. Considerando os carros populares, as variações de preço ficam entre 20% a 30%, podendo chegar até 50% em demais linhas automotivas, de acordo com dados da plataforma.

Outra praticidade que o portal traz é o agendamento de montagem, alinhamento e balanceamento de rodas em diversos centros automotivos pelo país. “Em geral estes tipos de serviços não são agendados, e são realizados por ordem de chegada. Isso gera transtornos ao motorista. Decidimos deixar esse processo fácil e seguro”, afirma Laurent.

Variação de preços envolve tipos de pneus e estados

O estado de São Paulo lidera ranking de regiões que mais compram, seguido por Rio de Janeiro e Paraná. Quanto ao serviço de manutenção, a média nacional gira em torno de R$ 180 reais, com variação aproximada de 20% entre os estados.

Para os idealizadores da startup, o crescimento do setor automotivo aponta a necessidade de ferramentas direcionadas a ele. “O Brasil conta hoje com uma frota de 84 milhões de carros, motos e utilitários. Com a amplitude desse cenário, é clara a necessidade de trazer benefícios, pois não há mais espaço para se perder horas esperando nos centros automotivos”, conclui Laurent.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here