Para despertar ação solidária entre funcionários, empresa cria quebra-cabeças gigante

A iniciativa da Cecil, uma das maiores metalúrgicas do País, mobilizou colaboradores para apadrinhar crianças carentes

Para estimular a participação dos funcionários no apadrinhamento de filhos de famílias de catadores, a Cecil, uma das maiores metalúrgicas do País, lançou mão de uma iniciativa inovadora ao confeccionar um grande quebra-cabeças, que foi instalado no refeitório da empresa. A iniciativa foi um convite aos funcionários da empresa para participar da ação solidária de apadrinhamento de crianças carentes. A cada apadrinhamento, o colaborador ganhava uma peça do quebra-cabeças, ajudando a montá-lo.

O preenchimento do quebra-cabeças revelou a imagem de algumas das crianças apadrinhadas e foi doado à Associação dos Catadores Ganhando Vidas, instituição beneficiada. “A brincadeira estimulou muito a ação voluntária, porque todos queriam ver o quebra-cabeças montado”, relata Paulo Roberto Moreira, gerente de recursos humanos da empresa.

Alexandre Aparecido Aversani, funcionário do setor de usinagem, aderiu à campanha e pela primeira vez participou da ação como voluntário. “Achei a iniciativa importante e participei do evento de confraternização, na entrega dos kits, para conhecer a criança que apadrinhei.”

Uma grande festa de confraternização foi realizada no último dia 18, em Itapevi, para os filhos das famílias vinculadas à Associação dos Catadores Ganhando Vidas. A Cecil tem sede no município e, durante o ano, destina recicláveis para a Associação. A ação solidária contou com o apadrinhamento de 150 crianças, graças ao espírito de voluntariado dos funcionários da Cecil.

Ao todo, 110 colaboradores aderiram ao projeto. O número vem aumentando ano a ano – a Cecil promove ações como essa desde 2001 – e já representa 27 % do quadro funcional da Cecil.

Na festividade socioeducativa, as crianças tiveram um espaço dedicado à recreação que contou com monitores para brincadeiras de pula-pula, escorregador, piscina de bolinhas, tatuagem fake, pintura, teatro, entre outras distrações. Além dos kits distribuídos para as crianças na ação, foram doadas cestas básicas para as famílias participantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.