Live: Embaixador chinês Yang Wanming discute parceria estratégica pós-pandemia com empresários brasileiros

Nesta sexta-feira (19), às 12h, o embaixador da China no Brasil Yang Wanming discute os rumos da parceria estratégica entre os países no cenário pós-pandemia com lideranças empresariais. O convite partiu do LIDE em parceria com o LIDE China.

O Brasil e a China são parceiros estratégicos globais. O Brasil foi o primeiro país da América Latina a desenvolver comércio bilateral com a China acima de USD 100 bilhões.

O país é o maior parceiro comercial do Brasil desde 2009. A China e Brasil são interdependentes e podem se beneficiar substancialmente dessa relação ganha-ganha, vez que essa relação sul-sul é vista por ambos os países como uma relação estratégica de longo prazo, pacífica e sem histórico de guerras.

Segundo *José Ricardo dos Santos Luz Junior, CEO do LIDE China*, especialista na parceria estratégica bilateral Brasil-China envolvendo questões econômicas, sociais, históricas e diplomáticas, a China poderá desenvolver e aprofundar a relação com o Brasil pós-pandemia nas áreas agrícola, energia limpa, mineração, infraestrutura, comércio eletrônico, manufatura inteligente e telecomunicação, especialmente com ênfase na tecnologia 5G. “O Brasil já tem cooperação pragmática na área de commodities como soja, minério de ferro, petróleo, celulose e proteína animal, além do comércio eletrônico e manufatura inteligente, mas poderá intensificar a parceria de investimento com a China na área de alta tecnologia.”

O momento é de grande oportunidade inclusive para discussão do Plano Decenal Brasil-China 2022-2031, que tem como objetivo intensificar e dar continuidade ao Plano Decenal Brasil-China 2012-2021, assinalando as áreas prioritárias e os projetos-chave em ciência, tecnologia e inovação, cooperação econômica e intercâmbio entre os dois povos, pois é indiscutível o peso muito maior da Ásia e especialmente da China nos fluxos de comércio, investimentos e tecnologias mundiais e o Brasil precisa adotar essa visão global e estratégica para o desenvolvimento doméstico interno.

De acordo com ele, como enfatizado na última reunião das duas sessões chinesa, o mundo vive numa aldeia global e é hora de superarmos em conjunto as diferenças para promovermos a construção de futuro compartilhado com toda a humanidade.

O evento será moderado por Luiz Fernando Furlan, chairman do LIDE, e João Doria Neto, diretor-executivo do Grupo Doria

Para assistir: http://aovivo.integra.tv.br/lidelive/Home

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui