Os tons da saúde

Pessoas com autismo não conseguem consumir alimentos de cores fortes. Nutrição comportamental trata desses casos

Monica Cecilia
Monica Cecilia

Você sabia que algumas pessoas não conseguem comer alimentos por causa de sua cor? Isso acontece especialmente com aqueles que estão no espectro do autismo. Cores fortes como as da beterraba, cenoura e abóbora são rejeitadas imediatamente. Cabe ao nutricionista conseguir superar esta dificuldade e garantir uma dieta equilibrada e saudável.

“É o que chamamos de nutrição comportamental. A gente estuda e tenta melhorar o estilo de vida dessas pessoas, que em geral só aceitam cores claras. Temos que ter muito cuidado para introduzir alimentos na dieta deles, tudo de forma muito delicada e gradativa”, explica a nutricionista Mônica Cecília Araújo.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui